top of page
pesquisa.png
logo_nova_mulher-p.png

130 itens encontrados para ""

  • Por que minhas cólicas são tão insuportáveis?

    🔹️Endometriose 🔹️Adenomiose 🔹️Estresse extremo 🔹️Cistos ou miomas no ovário 🔹️Doença inflamatória pélvica 🔹️Má formação Essas são algumas possibilidades comuns, mas o que vale é: cólica incapacitante NUNCA é algo normal.

  • O que acontece ao nosso cérebro e corpo quando temos um orgasmo

    🔹Ter um orgasmo estimula seu cérebro da mesma forma que usar drogas ou ouvir sua música favorita 🔹Seu cérebro libera substâncias químicas que te tornam menos sensível à dor durante o orgasmo, porque ativam as mesmas áreas do cérebro 🔹 Após um orgasmo, o cérebro libera hormônios que te deixam feliz e com sono 🔹 Cérebros femininos tendem a continuar liberando ocitocina (hormônio do afeto) mesmo após o orgasmo Além de tudo, ter org*asmos é uma delícia e todo mundo merece. Se você está em desconexão com o seu prazer e não sabe o motivo, agende o seu momento, vamos encontrar a causa e a solução adequada para recuperar o prazer perdido.

  • 4 coisas que sua gineco gostaria que você soubesse

    1.🤷‍♀️ Nós não nos importamos se você não estiver depilada, aliás, nem reparamos nisso 2. 🧼 Mas fazer uma boa higiene íntima é apreciado (sem ducha vaginal, por favor!) 3.🔥 Você deve fazer consultas e exames de rotina mesmo que não esteja sexualmente ativa 4.🫶 Nós não julgamos suas dúvidas, medos, desejos e hábitos, seja franca E lembre-se: sua ginecologista deve ser uma pessoa em quem você confia e com quem se sente à vontade para expor suas dúvidas, anseios, falar sobre qualquer coceira sem medo e sem vergonha.

  • Métodos contraceptivos não hormonais para quem não quer (ou não pode) mais usar hormônios

    🔹DIU de cobre e DIU de prata 🔹Camisinha masculina e feminina 🔹Diafragma Se você quer se libertar dos hormônios ou não pode usá-los, é possível proteger-se da gravidez sem ele. Em alguns casos pode haver, inclusive, a associação de métodos, como no caso do DIU e da camisinha. E você, como se protege da gravidez por aí? Conta pra gente aqui nos comentários. .

  • Por que congelar os óvulos pode ser uma excelente idéia?

    Mulheres já nascem com a quantidade de óvulos que terão durante toda a sua vida fértil e a cada ciclo menstrual perdemos cerca de 1000 óvulos. Preservá-los por meio de congelamento é uma excelente opção para mulheres que querem ter liberdade ao escolher a hora de serem mães com óvulos de melhor qualidade (quanto mais jovem, melhor é o óvulo), já que a função de gestar do útero não acaba com a idade, o que inviabiliza a gravidez é o envelhecimento e escassez dos óvulos, que não são produzidos ao longo da vida. 😉

  • Quais as mudanças no corpo após os 40 anos?

    Fazer 40 anos é um marco importante para as pessoas, mas para as mulheres e seus corpos existem algumas mudanças mais substanciais. Após os 40 anos, por exemplo, o declínio gradual na produção de estrogênio e progesterona pode levar a uma redução do fluxo menstrual e a irregularidades. Mudanças de humor e fadigas começam a ser mais frequentes e o metabolismo fica um pouco mais lento. Apesar dessas mudanças desafiadoras, algumas pesquisas apontam que essa é a fase em que as mulheres mais aproveitam o s*xo. Mas a grande lição que fica é: se você não levou a sua saúde a sério até os 30, essa é uma boa hora para começar a se cuidar. 🙏 Seu corpo do futuro agradecerá.

  • A mudança de lua pode mesmo influenciar o parto?

    Cientificamente não existem evidências estatísticas que dêem suporte a essa crença, muito embora as fases da lua influenciem fisicamente elementos como as marés, por exemplo. Um dos fatores que faz com que as pessoas acreditem que a lua influencia o parto é porque é mais fácil memorizar os partos que acontecem com a virada de fase do que os que não acontecem. É difícil dizer que existe ou que não existe, mas até o momento essa crendice não tem respaldo científico. E você, acredita na influência da lua na hora do nascimento?

  • Sexo sem penetração também é sexo

    Muita gente acha que sexo só é algo “consumado” quando existe penetração vaginal. Mas não é bem assim. Mulheres lésbicas que não tiveram sexo com penetração não são virgens. O ato sexual vai bem além disso. Pessoas que fazem sexo anal para não perder a virgindade também estão enganando a si próprias. Perder a virgindade não se faz apenas com o s*xo vaginal. S*xo sem penetração vaginal também é s*xo e precisa de proteção contra ISTs como o HIV e o HPV, mas não precisa da validação do modelo hetero-cisnormativo. Certo? .

  • Escape urinário: um problema comum, mas não normal

    35% das mulheres acima dos 40 anos sofre com a perda involuntária de urina. Apesar de comum, não é algo normal Alguns fatores de risco para a incontinência urinária incluem: 🔷 Obesidade 🔷 Gravidez 🔷 Esforço excessivo 🔷 Tosse crônica 🔷 Menopausa A incontinência urinária atinge 5% da população (homens e mulheres) e 1 a cada 3 mulheres acima dos 40 anos. O escape de urina é tratável, portanto se você sofre com a perda de xixi, não tenha vergonha e procure sua gineco. Sem tabu e com solução.

  • Por que precisamos suplementar ácido fólico na gravidez?

    A ingestão do ácido fólico é recomendada não apenas durante a gestação, mas para quem planeja engravidar. Sua função é prevenir os defeitos de fechamento do tubo neural, que dará origem ao cérebro e à medula espinhal. O fechamento problemático pode causar condições como a espinha bífida. Por isso o ácido fólico é recomendado para todas as mulheres em idade fértil e é inclusive suplementado em alguns alimentos, como a farinha de milho. 😉

  • Mulheres assexuais precisam ir à gineco e podem ter filhos

    Você já ouviu falar sobre assexualidade? A letra A referente a esse termo está na sigla LGBTQIA+ e é usada para pessoas que tem ausência ou pouco interesse sexual. Isso não significa que essas pessoas não precisem fazer exames periódicos com a ginecologista, já que os testes não rastreiam apenas infecções sexualmente transmissíveis. E a maternidade também é uma realidade que pode fazer parte da vida dessas pessoas. Não ter desejo sexual não anula a vontade de ser mãe. 🤰 Por isso reforço aqui uma ideia que é cada vez mais difundida: a preservação dos óvulos, tanto para que possa ser feita a fecundação in vitro quanto para que a decisão sobre a hora da maternidade possa ser feita com maior liberdade e com óvulos mais jovens e de melhor qualidade.

  • Mês do Orgulho LGBTQIA+: mas o que isso tem a ver com ginecologia?

    Tudo!!! Pessoas com vaginas precisam de cuidados ginecológicos – independentemente da sua identidade de gênero 🟢 Mulheres trans que fazem terapias hormonais precisam de rastreamento para o câncer de mama 🟡 E nós? Nós estamos aqui para dizer a TODES que vocês precisam se cuidar e nós estamos prontas para te acolher EXATAMENTE COMO VOCÊ É! 🟠 Cuidar da saúde é uma forma de resistir Junho chegou e com esse mês uma pauta incrível que nunca deixamos de seguir, mas que nessa ocasião é ainda mais relevante: a saúde das pessoas LGBTQIA+. A sigla não para de crescer para incluir e acolher cada vez mais gente. E nós, do lado de cá, também queremos lembrar a você que estamos aqui para te acolher. Sua saúde importa MUITO! 🥰🏳️‍🌈🏳️‍⚧️

  • Envie uma mensagem!
bottom of page