logo_nova_mulher-p.png

Sexualidade na menopausa: existe vida sexual após o climatério



As mudanças no corpo que chegam com a menopausa podem afetar a vida sexual, os relacionamentos afetivos e a autoestima, mas a diminuição natural da libido com a menopausa tem tratamento e não precisa ser o fim da sua atividade sexual


Uma das características mais marcantes e inconvenientes da menopausa é a diminuição da libido que acontece em conjunto com todo o resto. Isso acontece por conta de uma queda drástica nos níveis de estrogênio, que causam ressecamento e atrofia vaginal e fazem com que o ato sexual possa ser mais doloroso do que prazeroso.


Além do fator fisiológico, que é real e não pode ser subestimado, existe também o lado psicológico, com todas as alterações físicas e toda a atmosfera “terrorista” que se faz quando o assunto é a menopausa. Existe muita pressão em cima das mulheres quando estão envelhecendo. Pois veja só, envelhecer não é crime e a menopausa nada mais é que uma transição da vida – como qualquer outra.


Mas quanto mais bem resolvida e mentalmente saudável você estiver, melhor passará por esse momento sem crises e com uma nova perspectiva em relação a si mesma. Isso pode ser bastante fascinante se avaliado com clareza e coração aberto.


Sexo na menopausa: mudanças e adaptações

A secura vaginal, a dor, os fogachos, tudo parece conspirar contra uma vida sexual ativa para as mulheres que estão na menopausa. Mas esses contratempos não são uma pá de terra na atividade sexual dessas mulheres.


Em geral, o desejo sexual diminui gradualmente com a idade mais avançada, tanto em homens quanto em mulheres, mas as mulheres têm duas a três vezes mais chances de serem afetadas por um declínio no desejo sexual à medida que envelhecem.


Apesar de ser freqüente, isso não precisa ser uma regra e nem sempre o é. Algumas mulheres têm uma grande diminuição no desejo sexual a partir da meia-idade, enquanto outras não notam mudança alguma nessa fase e outras relatam até mesmo um aumento do interesse pelo sexo na meia-idade, especialmente pela liberdade de não precisarem mais de contracepção.


Falta de desejo feminino e dor no sexo durante a menopausa

A falta de desejo feminino tem a ver também com a quantidade de sangue que chega até a vagina durante os estímulos que levam à excitação. Durante e após a menopausa, a secura vaginal pode ser tratada com lubrificantes solúveis em água.


Evite usar tipos de lubrificantes que não são solúveis em água, como a vaselina, pois podem enfraquecer o látex da camisinha. Se você não tem um parceiro ou parceira fixo, deve continuar usando preservativos até que seu médico confirme que você não está mais ovulando - e também para evitar contrair uma DST. Lubrificantes não solúveis em água também podem ser um meio para o crescimento bacteriano, particularmente em uma pessoa cujo sistema imunológico foi enfraquecido por tratamentos como a quimioterapia.


A importância de fortalecer a autoestima durante a menopausa

Quando as mulheres entram no período conhecido como menopausa passam a enfrentar uma série de conflitos pessoais, especialmente se isso acontece quando estão no auge da vida profissional, sexual e emocional.


Felizmente, os tempos estão mudando. A visão de que a menopausa é o começo do fim não mais existe, mesmo porque é falsa! De muitas maneiras, é realmente o começo de um período que pode ser bastante empolgante na vida de uma mulher, com filhos já crescidos, novas possibilidades e a estabilidade emocional que nem sempre existe aos 20 ou 30.


Por isso sua vida deve ser mais do que simplesmente sobreviver à menopausa. Existem horizontes que podem e devem ser expandidos. De fato, muitas mulheres relatam ter descoberto maior liberdade e maior autoconfiança à medida que passam pela menopausa.


Portanto, concentre-se em abraçar a mudança e redescobrir aspectos positivos de sua vida. Use esse tempo de transição para começar a experimentar coisas novas e explorar diferentes possibilidades. Criar pontos de vista positivos em sua vida poderá ajudar muito a aumentar sua autoestima e dará uma perspectiva mais otimista dessa nova fase.


Foi-se o tempo em que as mulheres tinham que sofrer em silêncio durante a menopausa e fazer disso um martírio. Hoje, muitos recursos estão disponíveis para ajudá-la a traçar uma rota pessoal e muito interessante nessa nova jornada. Portanto, leia, eduque-se e discuta suas idéias ou preocupações com seu médico e outras mulheres que podem estar passando pelo mesmo processo.


Diversas pesquisas sugerem que as mulheres que estão mais informadas sobre as escolhas que têm e os desafios que a menopausa pode trazer têm muito mais probabilidade de se sentirem positivas com a experiência. Aproveite a jornada, embarque num processo de autoconhecimento. Conheça a si mesma e se reconheça. Esse é um novo começo e pode ser muito melhor do que você possa imaginar.

logo-rodape-p.png

Rua do Bosque, 1621 - Ed. Palatino Cj 101 - Barra Funda - São Paulo CEP 01136-001

Contatos

11   3392-4208

Manda um Whats!
  • Facebook
  • Instagram
  • Youtube

© 2020 por Nova Mulher Clínica - Desenvolvimento Obla Digital