logo_nova_mulher-p.png

Sintomas do climatério: qual é a idade da menopausa?


Os sintomas da menopausa são diversos e podem começar a acontecer muito antes do climatério, o nome científico para o período que precede o término da vida reprodutiva da mulher e que se encerra na menopausa


Quando uma mulher de meia idade começa a sentir muito calor, o palpite geral é um só: essa mulher está entrando na menopausa. Mas nem só de calorões se fazem os sintomas do climatério, o período que marca o declínio fértil da mulher até chegar a menopausa.


De fato, existem muitos outros fatores que podem indicar se uma mulher está ou não prestes a chegar a uma das fases mais temidas para as mulheres, a menopausa.


A menopausa traz mudanças, mas não é um bicho de sete cabeças e nem significa o “fim da vida”. É apenas um período de readaptações, que requer um pouco de atenção e paciência, mas da qual as mulheres saem ilesas.


Sintomas da pré-menopausa ou perimenopausa

Na fase conhecida como pré-menopausa, seu corpo começará a dar sinais sobre o início do climatério. E isso pode durar alguns anos.


Alguns sinais comuns e normais incluem:

  • Menstruações irregulares

  • Ondas de calor

  • Secura vaginal

  • Distúrbios do sono

  • Alterações de humor

Tudo isso acontece como resultado dos níveis alterados e desequilibrados de estrogênio no organismo. Mas isso ainda é só um aviso do seu corpo. As coisas ainda não mudaram completamente.


Portanto, mesmo estando na pré-menopausa, você ainda pode engravidar. Ou seja, se não é a intenção, esses sinais não devem te induzir a parar com o anticoncepcional que você já toma ou usa.


Qual é a idade média da menopausa?

Existem vários fatores que afetam a idade em que uma mulher entra na menopausa, mas um é mais importante que qualquer outro: a idade em que sua mãe entrou na menopausa. Isso porque a influência genética é bastante forte, tanto no que diz respeito à idade da primeira menstruação quanto à idade do climatério. A menopausa se confirma quando uma mulher não menstrua por 12 meses consecutivos.


Pós menopausa

Após todo esse processo vem a pós-menopausa, ou seja, todo o tempo após a menopausa. Devido à diminuição contínua dos níveis de estrogênio durante esse período, sintomas como secura vaginal e ondas de calor podem persistir por algum tempo.


Esses sintomas todos podem ser amenizados com diversos tipos de terapia, como a de reposição hormonal, por exemplo, que reequilibra os hormônios femininos de maneira similar ao que eram antes da menopausa.


Conheça as causas da menopausa precoce

A menopausa precoce é quando a mulher entra no climatério e para de menstruar antes dos 45 anos.

Ela pode acontecer naturalmente se os ovários de uma mulher param de produzir níveis normais de certos hormônios, especialmente o estrogênio. Isso é chamado de insuficiência ovariana prematura ou insuficiência ovariana primária.


A causa da insuficiência ovariana prematura é muitas vezes desconhecida, mas em algumas mulheres pode ser causada por anomalias cromossômicas, uma doença auto-imune, certas infecções, como tuberculose, malária e caxumba - mas isso é muito raro, ou por causas genéticas.


Tratamentos tradicionais contra o câncer como radioterapia e quimioterapia também podem causar insuficiência ovariana prematura permanente ou temporária, que pode levar à menopausa.


Sintomas da menopausa precoce

O principal sintoma da menopausa precoce é a menstruação menos freqüente ou ausente, como numa gravidez. Algumas mulheres também podem ter outros sintomas típicos da menopausa, incluindo:

  • Ondas de calor

  • Suor noturno

  • Secura vaginal e desconforto durante o sexo

  • Dificuldade em dormir

  • Mau humor ou ansiedade

  • Redução na libido

  • Problemas de memória e concentração

Mas isso também pode ser causado por outras disfunções hormonais, portanto, no caso de suspeitas de que você possa estar entrando na menopausa precocemente, consultar seu médico ginecologista é a melhor opção.


A partir desse diagnóstico, o ginecologista poderá decidir sobre o melhor tratamento para isso, que pode ser feito com pílulas ou terapia de reposição hormonal.


Mas se você já passou por algum tratamento para certos tipos de câncer, como alguns tipos câncer de mama, pode não ser elegível para realizar qualquer tipo de tratamento hormonal. Nesse caso, o melhor a fazer é buscar com seu médico tratamentos alternativos para os sintomas e mal estar causado pela menopausa.


Fertilidade e menopausa

Mulheres na menopausa não podem ter filhos biológicos com óvulos produzidos pelo próprio corpo, mas se você congelou óvulos ou quiser pensar na opção de usar óvulos doados, poderá, sim, gestar um bebê, mesmo após a menopausa. Existem, aliás, vários casos de avós que gestam bebês para seus filhos ou filhas, que por algum motivo não podem levar uma gestação adiante, como no caso de casais homoafetivos masculinos.

logo-rodape-p.png

Rua do Bosque, 1621 - Ed. Palatino Cj 101 - Barra Funda - São Paulo CEP 01136-001

Contatos

11   3392-4208

Manda um Whats!
  • Facebook
  • Instagram
  • Youtube

© 2020 por Nova Mulher Clínica - Desenvolvimento Obla Digital