logo_nova_mulher-p.png

Mulher Adulta

Essas, e muitas outras, são perguntas que nós mulheres nos fazemos a partir do momento que recebemos o “título de Mulher Adulta “.

Quero ter filhos?

Se sim, como planejar e decidir o melhor momento?

Se não, como evitar a gravidez, qual melhor contraceptivo pra mim?

São muitas decisões a serem tomadas: carreira a seguir, metas a cumprir, sonhos a realizar, conquistas, escolhas.... e de repente pensamos, por exemplo : Quero menstruar? Se não, no que isso implica? Qual melhor forma de fazer isso?

Qual a melhor forma de planejar a hora de engravidar?

Qual método anticoncepcional devo escolher?

Quando devo ir ao ginecologista?

E diante de tudo isso você se pergunta: quando foi minha última consulta com o ginecologista?

 

Será que você está dando a devida atenção ao seu corpo e à sua saúde?


Priorize a pessoa mais importante da sua vida, você, agendando uma consulta de rotina ginecológica. 

Estar em consulta com a ginecologista muitas vezes nos provoca reações estranhas, medos e receios, pois essa é a especialidade da medicina que mexe com nossa intimidade, nossos pudores. 

Às vezes até podemos ter a sensação de estar sendo invadidas...

Assim, para que essas sensações e medos sejam minimizados, e até nem existam, sua ginecologista deve ser alguém de sua total confiança, alguém que não tenha uma visão puramente técnica - apesar de isso ser um fator essencial para a formação profissional - mas que possa te olhar no olho e conseguir entender aquilo que nem sempre se expressa por palavras.

Que aceite seus princípios e tente acolhê-la e orienta-la. 

Século 21.

Mulheres em todos os campos e ramos de atividade. Mulheres empoderadas. 

Mulheres que apoiam mulheres. 

Mulheres que educam mulheres e homens. 

Mulheres que podem querer relacionamentos com homens, ou mulheres, ou ambos, ou nem querer namorar! 

Mulheres que sabem o que querem, e se não sabem, vão em busca. 

Mulheres que protegem mulheres.

Mulheres que geram filhos, que adotam filhos, que criam animais ou cuidam dos sobrinhos por não quererem filhos. 

Assim somos todas nós, diversas e intensas. Mulheres de agora, de hoje, que resolvem, que inspiram, que sabem intuir, construir e desconstruir! 

Por essas e para essas mulheres, podemos dizer que:

O segredo não é correr atrás das borboletas. É cuidar do jardim para que elas venham até você.
Mário Quintana

Matérias relacionadas

logo-rodape-p.png

Rua do Bosque, 1621 - Ed. Palatino Cj 101 - Barra Funda - São Paulo CEP 01136-001

Contatos

11   3392-4208

Manda um Whats!
  • Facebook
  • Instagram
  • Youtube

© 2020 por Nova Mulher Clínica - Desenvolvimento Obla Digital